O que andamos falando


Cuidado com as chuvas e a dengue!





Melhores preços do Magazine Luiza. Clique aqui





Com a volta do período de chuvas, as autoridades de saúde dobram a atenção contra o mosquito Aedes aegypti, já que as larvas do inseto se multiplicam com água acumulada.

Os ovos do mosquito duram até um ano em recipientes secos e mesmo no período de seca ele se mantém. Com a chuva, ele eclode, vira larva que em poucos dias se transforma no mosquito.

Acesse o blog da Saúde

A maneira mais eficaz de se prevenir a doença é impedir o ciclo de reprodução do mosquito transmissor. O inseto coloca seus ovos apenas em acúmulos de água limpa, sendo essa a razão para ele ser tão frequente em épocas de chuva. Muitos materiais podem se tornar propícios para o desenvolvimento larvas do mosquito. Pneus velhos, caixas d'água, garrafas, calhas entupidas, vasos de flor e também recipientes jogados em lixo descoberto.



Além da dengue, o mosquito também transmite o vírus da Zika e a febre chikungunya. São doenças importantes que desencadeiam situações como problemas de formação em fetos, então é mais um momento importante para alertar sobre o perigo. Criadouros como pneus e garrafas não deveriam mais existir, mas também tem outros como calhas, que podem estar entupidas durante a seca e agora podem virar criadouros

Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário