Dengue: hotéis dizem ter rotinas de prevenção






Mosquito do dengue pode chegar ao Sul da Europa

Os hotéis têm adotado nos últimos anos medidas de combate ao mosquito Aedes aegyti, transmissor da febre da dengue, e alertam que o alarmismo pode ter consequências nefastas para o setor turístico.

Em declarações à Agência Lusa, o diretor do Hotel Reid`s Palace, Ulisses Marreiros, lembra que o hotel desenvolve há largos anos operações de combate a pragas e que desde 2009 adotou um programa específico de combate ao mosquito nos seus quatro hectares de área ajardinada.

«Estes combates são feitos há imenso tempo e, por acaso, temos hoje uma operação de desinfestação que já estava programada há três meses, portanto, não foi com as notícias agora veiculadas que resolvemos agir», declara.

Ulisses Marreiros acrescenta que, além destas medidas de prevenção e de desinfestação, o hotel assume outras boas práticas como o cuidado com águas estagnadas ou a transmissão de informação sobre o inseto.

«Apenas recebemos um pedido de informação por parte de um operador turístico sobre o que se estava a passar, não tenho conhecimento que clientes tenham apresentado queixas», diz, referindo-se aos casos detetados nos últimos dias na região.

«Neste momento parece-me ser importante não criar uma situação de alarmismo», realça.

A opinião é partilhada pelo diretor do Hotel Regency Palace, Deodato Moniz, que declara ser importante «não criar uma situação alarmante» e dá o exemplo do que aconteceu aquando do aparecimento do mosquito e da gripe A.

«Além dos cuidados internos, nós temos fornecido as informações da Direção Regional de Saúde. Até agora não recebemos qualquer queixa», afiança.

A diretora do Hotel Savoy Gardens, Aida Nunes, refere que a existência do mosquito «não é uma novidade na Madeira» e que o hotel «tem vindo a adotar medidas de prevenção» desde que o mosquito apareceu pela primeira vez, em 2005.

Utilização de inseticidas, cuidados com as águas estagnadas e da piscina, utilização de repelentes e o seguimento das orientações das autoridades sanitárias são os procedimentos assumidos pelo hotel.

«Os clientes que nós temos são pessoas viajadas e já estão habituadas a estas situações», observa.

O Instituto de Administração da Saúde (IADSAUDE) revelou na quarta-feira passada a existência de dois casos autóctones da dengue na Madeira, número que aumentou, entretanto, para 34.


Dengue: hotéis dizem ter rotinas de prevenção Dengue: hotéis dizem ter rotinas de prevenção Editado por saude.chakalat.net on 06:44 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.