Verdades e Mentiras sobre o virus da Dengue





A falta de informação pode ser um poderoso aliado do mosquido Aedes aegypti. Muita gente ainda desconhece os principais sintomas da dengue, bem como a melhor maneira de combater os focos do mosquito transmissor. Listamos aqui o que é mito e o que é verdade para ajudar a população a se prevenir contra a doença.

Não existe tratamento contra a dengue

MENTIRA: Apesar de não existir uma vacina ou qualquer tipo de medicamento antiviral contra a doença, é necessário que o paciente procure um médico para que receba tratamento adequado, com ingestão de líquidos, além de repouso e somente um médico poderá receitar o tratamento adequado. Lembrando sempre que não se deve ingerir medicamentos à base de ácido acetilsalicílico.

A dengue só surge em períodos chuvosos

MENTIRA: Apesar da maior incidência da doença acontecer, no Brasil, no período do verão, por causa da maior ocorrência de chuvas e ao aumento da temperatura, o país tem condições climáticas, ambientais e estruturais favoráveis á proliferação do mosquito durante todo o ano.

Basta utilizar repelente e eu estou livre da picada do mosquito

MENTIRA: Apesar do repelente afastar a fêmea do mosquito, seu uso não é 100% eficaz. Além disso, o uso de repelentes em crianças só deve ser feito com acompanhamento médico.

Posso confiar em inseticidas para eliminar os mosquitos

MENTIRA: Muitos mosquitos adquirem resistência a inseticidas. Por isso é importante, além de combater os focos do mosquito da dengue, utilizar somente inseticidas e larvicidas indicados e empregados apelos agentes de saúde dos municípios.

Tomar vitamina B ou comer alho ou cebola afasta o mosquito

MENTIRA: O mosquito é atraído de acordo com a respiração e o gás carbônico exalado pela pessoa, mas a ingestão de vitamina B, alho ou cebola (alimentos com cheiros que são exalados pela pele) não é uma medida eficaz. Isso pode afastar o mosquito por um tempo, mas o efeito não dura muito e varia de acordo com o metabolismo de cada um, podendo até não ter efeito nenhum.

Misturar água sanitária na água elimina as larvas do mosquito da dengue

VERDADE: A água sanitária é capaz de inibir a evolução das larvas do mosquito da dengue. A dose recomendada é a de 1 copo americano de água sanitária para 1 balde de 20 litros de água. Mas atenção: isto não garante a eliminação de todas as larvas.

Ar-condicionado ligado é uma excelente maneira de combater o mosquito da dengue

MENTIRA: As temperaturas baixas inibem a atividade do mosquito, mas ele sempre volta quando a temperatura sobe novamente.

A fêmea do mosquito da dengue só pica a região das pernas

MENTIRA: Ela realmente prefere a região das pernas, mas se elas estiverem cobertas, a fêmea vai picar o braço ou qualquer outra área exposta do corpo.

Os sintomas da dengue tipo 4 são diferentes dos outros tipos da doença

MENTIRA: Os sintomas da dengue são iguais para qualquer um dos quatro tipos de vírus da doença.

O vírus da doença pode ser transmitido de pessoa para pessoa

MENTIRA: Apenas a fêmea do mosquito Aedes aegypti pode transmitir o vírus da dengue.

Quando a febre cede não há mais risco de complicações

MENTIRA: É preciso ficar atento, inclusive depois que a febre cede, ao aparecimento de sintomas como vômitos, dor abdominal, tonturas ou hemorragias. Caso isso aconteça, deve-se retornar imediatamente ao serviço de saúde. Somente o médico pode avaliar a situação de cada paciente e definir quando ele terá alta. Isso costuma ocorrer após 48 a 72 horas sem febre.
Verdades e Mentiras sobre o virus da Dengue Verdades e Mentiras sobre o virus da Dengue Editado por saude.chakalat.net on 10:07 Nota: 5

Um comentário:

Ministério da Saúde disse...

Evitar a proliferação da dengue depende de cada um de nós. Além de cuidar da sua casa, falar com seus vizinhos, manter contato com sua prefeitura sobre focos da doença, você pode utilizar esse espaço para conscientização.
Seja parceiro do Ministério da Saúde na mobilização contra o mosquito da Dengue. Divulgue em seu blog nosso material. Entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e solicite o selo, participe da campanha.
Saiba mais: http://bit.ly/bMMVKT

Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=1433235&tid=5619189577534526985&na=4

Tecnologia do Blogger.