Campinas decreta epidemia de dengue





A Prefeitura de Campinas decretou nesta segunda-feira (26) epidemia de
dengue, em razão do grande número de casos da doença registrados neste
ano.

A decisão foi tomada adotando um critério diferente do adotado pelo
governo do Estado e pelo ministério da Saúde, que é de considerar
epidemia quando o local tem 300 casos para cada 100 mil habitantes.
Campinas registrou neste ano 945 casos da doença e tem 1,1 milhão de
moradores, o que dá uma relação de 8,5 pessoas infectadas a cada 100
mil habitantes.

A Secretaria de Saúde disse que a opção por declarar epidemia foi
feita em razão de o número de doentes estar acima do esperado. Em
março, por exemplo, houve 446 casos de infecção, sendo que a
expectativa era registrar 206.

– Neste momento, a tendência é de manutenção nesta situação. Muitas
áreas da cidade estão com transmissão e todas estão sendo trabalhadas
pelas equipes de saúde no sentido de interrupção da transmissão.

Dos 945 casos registrados neste ano, onze foram de dengue com
complicações e três de febre hemorrágica, sendo dois autóctones (
quando a infecção ocorre dentro do próprio local) e um importado da
Bahia. Houve uma morte: um homem de 66 anos portador de hipertensão e
diabetes (fatores de risco para gravidade). Uma outra morte está sob
investigação.

No fim de março, a prefeitura de Praia Grande, no litoral sul de São
Paulo, decretou estado de epidemia por causa do grande número de casos
de dengue que atinge a cidade. Outros quatro municípios fizeram o
mesmo: Guarujá, São Vicente, Santos e Cubatão.

Campinas decreta epidemia de dengue Campinas decreta epidemia de dengue Editado por Dani Souto on 16:00 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.