O que andamos falando


Distrito Federal declara epidemia de dengue





O Ministério da Saúde não apresenta dados nacionais consolidados, mas a dengue avança no país. Nesta quinta-feira (18), o Distrito Federal (DF) juntou-se à lista de cinco Estados (Acre, Rondônia, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) com registros de epidemias em suas cidades.

Quatro áreas do DF - incluindo Vila Planalto, que fica a poucas centenas de metros do Palácio do Planalto - acumulam número de casos suficientes para caracterizar epidemia. Outros locais afetados são Planaltina, Paranoá, Itapoá.

Uma reunião de Força Tarefa foi feita  nesta quinta-feira (18) em Brasília para tentar montar um esquema de emergência contra o avanço da doença. No encontro, técnicos lembraram que tradicionalmente, o aumento do número de casos de dengue é registrado a partir de março.

- Este ano o problema começou muito antes. Em janeiro já víamos uma mudança nos números, afirmou o assessor da subsecretaria de Vigilância e Saúde do DF, Ailton Dominicio. Ele também informou que a morte de dois pacientes com suspeita de dengue estão sendo investigadas.

Diante do aumento dos casos, dois técnicos do ministério foram escalados para ajudar na estratégia de combate à doença no DF. Além do auxílio técnico, segundo o gerente de controle de vetores e animais peçonhentos do Distrito Federal, Humberto Oliveira Loiola, cinco aparelhos pesados e 12 portáteis para a realização do fumacê deverão ser cedidos pelo ministério.

Como o número de agentes que trabalham no controle da doença é insuficiente (dos 800 funcionários necessários, o DF conta com 400), foram requisitados 200 homens do Exército. Nesta quinta-feira, técnicos do DF foram informados, no entanto, que em um primeiro momento esse pedido não poderá ser atendido totalmente.

Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário